Pânico, o vinho nacional criado por Sofia e Pureza é um «antídoto perfeito para os desaires da vida»

Pânico
©Pânico

A ideia surgiu durante o primeiro confinamento, entre Março e Maio de 2020: Sofia Lencastre e Pureza Champalimaud quiseram usar o humor para lutar contra a pandemia.

O Pânico é um «antídoto para enfrentar os desaires da vida com humor». É assim que Sofia e Pureza descrevem o vinho branco que criaram quando estavam fechadas em casa durante o confinamento de 2020.

«Estávamos em plena pandemia e durante um jantar decidimos criar o projecto Pânico Wines», explicam as duas amigas, que confessam não saber muito sobre este mundo, apesar de as suas famílias estarem ligadas à produção de vinho. «Embora conhecêssemos em primeira mão, desde as nossas infâncias, a beleza e o trabalho árduo por trás da indústria e da cultura do vinho, a verdade é que sabíamos muito pouco sobre este negócio».

A verdade é que o vinho acabou mesmo por sair daquele “jantar confinado” e agora pode “aterrar” em qualquer mesa – um aviso, apenas: só pode ser comprado em garrafas magnum de 1,5 litros, já que não tem uma versão, dita normal, de 750 ml.

©Pânico
©Pânico | A ideia para fazer este vinho surgiu durante o confinamento de 2020, num jantar entre as amigas Sofia Lencastre e Pureza Champalimaud.

O Pânico foi feito com as castas Avesso e Loureiro, tem um teor alcoólico de 12,5% e tem uma edição limitada a 550 garrafas. Como notas de prova destacam-se, no nariz, o «aroma fino de flores, citrinos e fruta tropical»; na boca tem uma «textura elegante com acidez viva a realçar o conjunto harmonioso e fresco».

Este vinho tem entregas grátis em Lisboa e pode ser encomendado de três formas: telefone (962 515 128), mensagem directa pelo Instagram ou email ([email protected]). O Pânico custa 21 euros, mas se comprarmos três ou mais garrafas, o preço desce para os 20.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].