Wunda, a nova bebida vegetal com ervilha amarela que aposta na proteína e na redução de açúcares

©Nestlé

A Nestlé lançou em Portugal uma nova bebida vegetal em três versões: Original, Chocolate e Sem Açúcar. A Wunda é feita com ervilha amarela.

Vem em embalagens tetrapak de 950 e 230 ml (apenas a de Chocolate), com PVP de 2,69 euros e 88 cêntimos – a Wunda é a estreia na Nestlé nas bebidas vegetais e logo com uma base que não é muito habitual ver nestas alternativas.

Em vez da amêndoa, soja, aveia ou côco, a Wunda é feita com ervilha amarela, uma leguminosa semelhante ao grão de bico, com menos clorofila que as verdes e que não tem o sabor típico desta versão.

A ervilha amarela é, assim, a base das três versões da Wunda (Original, Chocolate e Sem Açúcar) – Portugal é um dos primeiros países a receber esta bebida, juntamente com a Holanda, o Reino Unido e França.

Wunda com valores nutricionais no “verde”

Todas as Wunda têm Nutriscore A, o que significa que apresentam o equilíbrio nutricional máximo, dado a alimentos baixos em açúcares, gorduras e ricos em proteínas, por exemplo.

As três versões têm entre 2,1 e 2,2 gramas de proteína por 100 ml (o leite de vaca anda pelas 3/4, assim como as bebidas vegetais de soja).

©TRENDY
©TRENDY | Comparação das Wunda com outras bebidas vegatais e leite – os melhores valores em cada parâmetro estão a verde e os piores a vermelho.

Em relação aos açúcares, a Original traz 2,3 gr/100 ml e a de chocolate tem 5,4 gr/100 ml, valores que são efectivamente mais baixos que outras bebidas semelhantes e o leite de vaca.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].