©Element / Sonae
©Element / Sonae

Element: nestes novos ginásios low-cost, levar um amigo a treinar todas as semanas custa 2,5 euros

A Sonae têm uma nova cadeia de ginásios low-cost que pega na experiência dos Solinca e a aplica a um conceito mais democrático. Os preços começam nos 2,99 por semana.

Os Fitness Hut passaram a ter um concorrente de peso. Esta nova marca da Sonae quer «revolucionar o mercado do fitness low cost em Portugal», um mercado onde o domínio está entregue à marca “azul”, que chama aos seus ginásios ‘premium low-cost’.

Para já, há apenas dois Element em Portugal (o Fitness Hut tem quase cinquenta), em Vila Nova de Gaia e no Parque das Nações. Em breve, a Sonae vai abrir o terceiro na zona de Tercena, em Oeiras.

O conceito dos Element centra-se no «acesso automatizado aos clubes e no treino em sala», diz a Sonae, com cada ginásio a ter
«oito áreas distintas de treino, com aulas de grupo que utilizam os equipamentos do próprio ginásio». De resto, há os equipamentos que são normais encontrar em qualquer espaço do género: máquinas de cardio, de musculação, zonas de pesos livres, zonas de treino funcional e dedicadas ao TRX.

A assinatura mais cara custa 5,99 euros/semana

As inscrições são feitas online e os preços começam nos 2,99 euros por semana (11,96 euros/mês), que garante o acesso livre ao ginásio, sem limitações. Contudo, a modalidade mais atractiva é a que nos permite levar um amigo para treinar durante toda a semana: 4,99 euros (ou seja, fica a menos de 2,50 euros por pessoa).

Estas duas assinaturas dão acesso apenas um ginásio (onde se faz a inscrição), mas há mais uma que, por 5,99 euros, permite treinar em qualquer clube Element (actuais e futuros) e dá ainda acesso ao Ginásio Online GO!. Para ver se os clubes correspondem às nossas expectativas, podemos usá-los grátis durante um dia: basta preencher um formulário no site para receber um código QR que garante o acesso.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].