©Andrew Roberts
©Andrew Roberts

Uber diz STOP à gasolina. A partir de Julho só podem entrar automóveis eléctricos na app

Em Setembro de 2019, a Uber anunciou uma parceria com a PowerDot para que os motoristas tivessem acesso exclusivo a pontos de carregamento. Era o primeiro passo para esta decisão.

A partir de dia 16 de Julho, a Uber vai apenas aceitar automóveis eléctricos na sua aplicação, o que significa que as empresa que se tentem registar com carros a gasolina, gasóleo ou híbridos não o vão poder fazer.

Esta nova regra é aplicável para novos registos nas cidades de Lisboa, Porto, Braga e Faro; o objectivo é «acelerar a electrificação das viagens feitas com a Uber, dando um contributo importante para a melhoria da qualidade de vida nas cidades portuguesas e para a descarbonização do sector dos transportes», justifica a empresa.

Há duas excepções ao registo obrigatório de automóveis eléctricos

Para facilitar esta transição, a Uber acena com a parceria que fez com a PowerDot em Setembro de 2019 e que dá acesso a 14 pontos de carregamento em Portugal.

A Uber já tinha uma opção que permitia pedir um automóvel eléctrico para fazer uma viagem, a Green. Agora, com esta nova decisão, a ideia é alargar a disponibilidade de automóveis eléctricos aos serviços UberX e Comfort.

Contudo, aqui há duas excepções: «Os parceiros vão poder continuar a adicionar veículos não eléctricos no caso de substituição de um veículo já registado na plataforma ou para os serviços Uber Black ou UberXL», esclarece a marca.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].