©ArqAMA
©ArqAMA

ArqAMA: há um novo serviço online de decoração e remodelação que quer «reinventar» a nossa casa

As obras e remodelações podem não ser prioritárias, nesta altura de confinamento, mas a ArqAMA aposta no online para tornar tudo mais fácil, com um serviço chave-na-mão.

«Ter um projecto definido com rigor em mãos, desde a obra à decoração» – é esta a promessa do ArqAMA, um atelier de arquitectura de Lisboa que se reinventou em época de pandemia, e que agora quer fazer o mesmo com as nossas casas.

Apesar de, nesta altura muita gente não ter a remodelação ou as obras como prioridade, a ArqAMA lembra o efeito que uma mudança, ainda que pequena, pode ter em casa: «Remodelar espaços pode ser uma solução positiva agora que temos tempo e podemos viver, de outra forma, cada cantinho».

Memórias de viagens podem ser ideias de remodelação

Para fazer os projectos de obras, remodelação ou decoração é preciso, primeiro que tudo, dar à ArqAMA a planta do espaço a modificar, para que o atelier possa saber as medidas; também deve tirar algumas fotografias.

Os clientes podem ainda partilhar com a ArqAMA referências de decoração e design que queiram ver no novo espaço: isto pode ser feito com «imagens da internet, viagens ou algo que tenha despertado a atenção».

ArqAMA faz todas as compras de decoração e materiais a usar

Neste processo, o cliente deve ainda definir um budget, o que o atelier diz ser «fundamental» para seja tudo ajustado de acordo com o dinheiro que se quer gastar. No caso de haver mobiliário numa sala a renovar, também é possível mantê-lo ou reciclá-lo – não há obrigação de comprar tudo novo neste serviço da ArqAMA.

Contudo, se for preciso adquirir novos móveis, ou objectos de decoração, não temos de sair de casa – é a ArqAMA que se encarrega disso, através da sua rede de lojas parceiras em Lisboa, onde estão o Ikea, a Delightfull Aldeco ou a Boconcept, por exemplo.

Ikea ©ArqAMA

No plano de obras da ArqAMA, o cliente é o gestor

Ao preço dos novos elementos que quiser comprar para cada acresce, claro, o valor da concepção e implementação do projecto, que tem algumas variáveis, a começar pelo tamanho do espaço e pelo nível da intervenção: «Se um projecto de arquitectura de interiores, de decoração parcial ou total», lembra a ArqAMA.

Contudo, qualquer que seja a opção, o cliente tem o controlo total da execução: «A ideia é dar o plano total para que o empreiteiro faça uma obra planeada e o cliente seja o gestor». Para experimentar o novo serviço de projectos online da ArqAMA pode contactar os responsáveis aqui.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy onde faz regularmente viagens pelo País dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].