Sofitel Wine Days Vinhos 2019

Sofitel Wine Days ficam durante Outubro em Lisboa, com vinhos franceses e portugueses

por • 4 Outubro, 2019 • TendênciasComentários fechados em Sofitel Wine Days ficam durante Outubro em Lisboa, com vinhos franceses e portugueses421

‘Je veux un verre de vin’ ou ‘Eu quero um copo de vinho’. Durante os Sofitel Wine Days é perfeitamente aceitável falar francês ou português para fazer o pedido. E ainda há tábuas de queijos e enchidos para juntar à festa.

Todos os anos, o Bar Intra-Muros e a esplanada do restaurante AdLib juntam-se aos Wine Days do hotel Sofitel da Avenida da Liberdade, em Lisboa, para juntar vários vinhos franceses e portugueses, numa festa que dura um mês inteiro. Os momentos de degustação são sempre entre as 18:30 e as 21 horas.

Os Sofitel Wine Days vão ficam por Lisboa durante todo o mês de Outubro, com um menu onde estão também «queijos franceses e saborosos petiscos caseiros» preparados pelo chef Daniel Schlaipfer.

Um mês dividido ao meio entre França e Portugal

Para facilitar a vida a quem estiver indeciso entre escolher um vinho português e um francês, o mês vai ser dividido ao meio: primeiro, chegam as referências de França, entre 9 e 13 de Outubro.

Estes dias serão totalmente dedicados à gastronomia francesa, com os vinhos Domaine Fevre Petit Chablis, Rosé Miraval Provence e Domaine Bonnard Sancerre (branco, rosé e tinto, respectivamente).

Aqui, há duas opções: se quiser ser servido a copo, os preços começam nos seis euros; caso queira experimentar os três vinhos, mas em quantidades mais reduzidas (o chamado ‘wine flight’), paga doze euros.

Com os vinhos, pode também mandar vir tábuas três (oito euros) ou cinco queijos (treze euros), também franceses. Num dos últimos dias dos Wine Days dedicados a França (11 de Outubro), o final de tarde vai ter música típica deste país ao vivo, no Bar Intra-Muros.

Depois, entre 14 e 31 de Outubro, o Sofitel veste-se de vermelho e verde e chegam os Wine Days dedicados a Portugal. Aqui, os vinhos que podemos escolher são o tinto do Douro Cheda Reserva, o branco Terras do Grifo (da mesma região) e o rosé alentejano Lima Mayer.

Para acompanhar, há petiscos caseiros feitos pelo chef Daniel Schlaipfer e, em vez da música francesa vai haver fado, também ao vivo, duas Sextas-Feiras: 18 e 25 de Outubro.