Heineken 00

Dois anos depois, a cerveja Heineken 0.0 sem qualquer teor alcoólico chega a Portugal

por • 7 Março, 2019 • Reportagem Trendy 📷Comentários fechados em Dois anos depois, a cerveja Heineken 0.0 sem qualquer teor alcoólico chega a Portugal1724

Não é propriamente uma novidade, mas acaba por ser uma estreia no mercado nacional. A Heineken apresentou hoje em Lisboa a sua cerveja sem qualquer teor alcoólico.

A Heineken 0.0 não é nova no mercado das cervejas, muito menos as alternativas sem álcool. Contudo, este tipo de bebidas tem sempre um mínimo de teor alcoólico, normalmente inferior a 1% vol.

Por exemplo, a Sagres Sem Álcool tem 0,3 % vol. e há uma Radler (a Sagres com sumo limão) que também tem 0,0% vol, embora seja uma bebida com um nível muito alto de açúcar por 100 ml: 6,9 gramas (21 kcal).

A Super Bock também tem uma proposta nesta gama com menos de 0,45% vol., apenas com 1 gr de açúcar por 100 ml (23 kcal). De resto, estes valores são quase sempre os mesmos para este tipo de cerveja.

Por parte da Heineken, que só tinha um tipo de cerveja, a aposta mais recente vai neste sentido, das bebidas sem álcool, e chama-se 0.0, uma designação que remete imediatamente para o seu objectivo.

A Heineken 0.0 não é, contudo, uma cerveja totalmente nova: a marca holandesa apresentou-a em Maio de 2017 pela altura do Grande Prémio de Espanha de Fórmula 1, que na altura aconteceu em Barcelona.

Há dois anos, Nuno Pinto de Magalhães confirmava à revista Marketeer que Portugal não estava na lista dos primeiros países a receber a Heineken 0.0, o que se veio a confirmar.

Agora, cerca de dois anos depois de ter sido oficialmente lançada em vários países da Europa, a Heineken 0.0 chega a Portugal e já está disponível em cafés, bares e supermercados.

Esta cerveja, sem qualquer teor alcoólico, tem 21 calorias (quase metade do valor de uma cerveja com álcool) e 1,3 gramas de açúcar por 100 ml. O preço de um pack de seis unidades (seis garrafas de 25 cl) ronda os seis euros.

Contudo, neste momento, o Continente está com uma promoção que dá um grande desconto na compra de um destes packs: em vez dos 5,75 euros, seis Heineken 0.0 custam 3,73 euros. Sensivelmente pelo mesmo preço, também é possível encontrar esta oferta promocional no Jumbo.

Nota de redacção:

O TRENDY foi hoje alvo de uma pressão inaceitável por parte da agência de comunicação da Heineken (a MPublic Relations) na sequência da publicação deste artigo.

A empresa, representada por este interlocutor, acusou o TRENDY de ter escolhido um ângulo que mais nenhum jornalista usou – o de estar do lado da verdade e de lembrar que esta cerveja já tinha sido anunciada há dois anos.

Fomos ainda acusados de ser incoerentes, uma vez que dissemos que esta cerveja não é novidade e, ao mesmo tempo, de sublinhar que se trata de uma estreia em Portugal, o que são duas coisas bastante diferentes, como é claro perceber.

Uma coisa pode não ser nova no mercado global, mas sê-lo ao mesmo tempo num determinado mercado regional. Isto para não estarmos a explicar a diferença entre ‘estreia’ e ‘novidade’.

No evento de apresentação confrontámos a agência MPublic Relations com este facto, de a cerveja ter sido apresentada há dois anos, tendo o mesmo responsável de comunicação dito que isso não correspondia à verdade e que era outra versão da cerveja da Heineken.

Aceitámos a versão, assumindo que podíamos ter lido mal a informação que encontrámos na Internet, mas mais tarde voltámos a fazer a verificação. Confrontado outra vez com a realidade dos factos, o responsável de comunicação da Heineken acusou-nos de nos termos explicado mal a princípio.

Hoje, além de uma inaceitável pressão sobre o ângulo usado por nós, que não foge à verdade dos factos, a agência de comunicação da Heineken acusou-nos de ter mentido sobre o valor das calorias da “nova” cerveja sem álcool.

Segundo o packaging da Heineken, a versão 0.0 tem 21 kcal por cada 100 ml. Fomos acusados de ter mentido, uma vez que na comunicação oficial da marca, sob o formato de um Press Release, era dito que cada garrafa tinha 53 kcal.

E na verdade, tem, mas por garrafa: 21 kcal x 250 ml dá cerca de 53 kcal. Mas a nossa frase, a única que fala neste ponto é: “Esta cerveja, sem qualquer teor alcoólico, tem 21 calorias (quase metade do valor de uma cerveja com álcool) e 1,3 gramas de açúcar por 100 ml”. Sublinhe-se: por 100 ml.

Apesar de termos, inicialmente, a bem, tentado alertar a agência de comunicação da Heineken para isto, inclusive dizendo o que estava descrito na informação nutricional do six-pack de cerveja, continuámos a ser postos em causa.

Tentámos explicar que tinhamos falado em 100 ml, mas o confronto foi sempre usado e não conseguimos explicar o que o texto dizia tão claramente.

Durante a conversa, foi impossível conter a nossa revolta pela pressão feita (foi-nos dito que teríamos de «arranjar uma forma de resolver as coisas»), pelas críticas à referência que a cerveja tinha dois anos e só agora chegava a Portugal e por insistirem que nós tínhamos os dados errados sobre a informação nutricional da cerveja.

Por isso, da nossa parte, houve excessos de linguagem, embora devido ao constante tom de provocação adoptado pelo responsável de comunicação da Heineken. Lamentamos o sucedido.

O comunicado oficial da Heineken está disponível aqui para download, para que se tirem todas as dúvidas sobre esta situação. No quinto parágrafo onde se diz que cada garrafa tem 53 kcal.

Nesta fotografia do six-pack da Heineken 0.0 é possível ver que, de facto, por cada 100 ml, a cerveja tem 21 kcal.

Heineken 21

Correcção: 9/3/2019

A versão inicial da nossa nota de redacção tinha um erro que indicava 5,3 kcal por cada garrafa de Heineken, um mau cálculo da nossa parte ao fazer a transição de cl para ml.

Como cada garrafa tem 25 cl (250 ml), o valor de calorias existente por unidade de Heineken 0.0 é de 53 kcal e não de 5,3 kcal como deixámos na nossa nota inicial.

Este dado não era sequer apontado no artigo sobre o lançamento da cerveja e foi um dado (errado, e por isso pedimos desculpa aos leitores e às marcas e pessoas envolvidas) que trouxemos depois para uma discussão que partiu de dois pontos essenciais que não mudam: o facto de a agência de comunicação nos ter dito que a marca não estava confortável com o ângulo de notícia e de querer insistir que a comunicação certa seria dizer que cada garrafa tem 53 kcal, e não as 21 kcal por ml, como vem na sua própria informação nutricional.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish