YouTube Rewind 2018

Rewind 2018 vai ser o vídeo com mais dislikes de sempre do YouTube e é fácil perceber por quê

por • 11 Dezembro, 2018 • Actualidade, High-Tech📱Comentários fechados em Rewind 2018 vai ser o vídeo com mais dislikes de sempre do YouTube e é fácil perceber por quê662

Em apenas cinco dias, o vídeo que resume o ano no YouTube, o Rewind, está bem lançado para quebrar um recorde: o de mais dislikes de sempre.

E é fácil perceber por quê: são oito minutos de vazio de ideias, recordações de criadores inócuos (e desconhecidos), música de gosto duvidoso e sem qualquer tipo de homenagem a factos verdadeiramente importantes que ocorreram em 2018.

Basicamente, o YouTube Rewind 2018 parece um extenso vídeo de publicidade ao jogo Fortnite: estão lá streamers deste jogo que se tornaram populares no Twitch e não no YouTube (como Ninja), gente a fazer as danças do jogo e até o autocarro que transporta os jogadores sobre a ilha está lá.

Além disso, estão em falta algumas dos maiores criadores de conteúdos do YouTube, embora se consigam entender as razões para que a Google tenha tomado essa decisão.

No YouTube Rewind 2018 não estão, por exemplo, PewDiePie e Logan Paul, que protagonizaram duas grandes polémicas este ano, na plataforma de partilha de vídeos. Terão sido os fãs destes dois youtubers a contribuir mais para os 8,1 milhões de dislikes do vídeo da Google.

PewDiePie ultrapassou em subscritores o canal de Desporto (Sports) do YouTube em cerca de 200 mil utilizadores (75,9 contra 75,7 milhões, quando escrevemos este artigo) e num tweet fez um comentário sarcástico: «Eat shit yt sports channel 😘».

Mas antes disso (o tweet é de ontem), o youtuber sueco Felix Arvid Ulf Kjellberg foi, segundo o mesmo, informado pela Google que não faria parte do Rewind 2018. Este ano, PewDiePie também teve uma “luta de subscritores” de com a editora de música T-Series, talvez um dos acontecimentos mais importantes do ano na plataforma de vídeos, uma vez que estamos a falar da “guerra” pelo primeiro lugar de subscritores no YouTube.

A outra grande ausência, Logan Paul, terá ficado de fora por causa do seu vídeo gravado no Japão onde mostrava uma vítima de suícidio, enforcada numa árvore.

Isto levou a que o YouTube tirasse a monetização aos vídeos do criador de conteúdo em Fevereiro – Logan Paul ficou três semanas sem fazer upload de vídeos e, nesse período, ganhou um milhão de subscritores.

Quando regressou ao YouTube, Logan Paul voltou a fazer upload de vídeos controversos: primeiro retirou um peixe doente do seu aquário e fingiu fazer-lhe reanimação cardíaca; depois, usou uma arma TASER num rato morto que encontrou em casa.

Actualmente, o vídeo YouTube Rewind 2018 tem 8,1 milhões de dislikes e aproxima-se cada vez mais do videoclip de Baby (Justin Bieber) que tem 9,7 milhões de polegares para baixo.

Há apenas um pequeno pormenor: Baby foi publicado no YouTube há quase nove anos (19 de Fevereiro de 2010) e o Rewind chegou apenas há cinco dias (6 de Dezembro de 2018). Conseguimos perceber o que vai acontecer nas próximas semanas…

YouTube Rewind Will Smith Fail

Curioso é também perceber que nem a presença de Will Smith, que este ano se estreou em nome próprio no YouTube e conseguiu mais de quatro milhões de subscritores, salva o vídeo de Rewind, que acaba por ser uma uma mixórdia das piores tendências do ano.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish