Bons Sons 2018

Salvador Sobral, Dead Combo, Slow J, Linda Martini e Paus confirmados no Bons Sons 2018

por • 27 Abril, 2018 • MúsicaComentários fechados em Salvador Sobral, Dead Combo, Slow J, Linda Martini e Paus confirmados no Bons Sons 20181134

O cartaz do festival de Cem Soldos foi hoje anunciado e conta com vários nomes de peso no seu alinhamento de 2018. O vencedor do festival da Eurovisão 2017, Salvador sobral, é um dos cabeças de cartaz.

Em Janeiro já tínhamos tido um cheirinho do que ia ser o festival Bons Sons 2018. A meio do primeiro mês do ano ficámos a saber que a edição deste ano ia ser entre 9 e 12 de Agosto.

Além disso, a organização confirmou a primeira banda do cartaz deste ano: os quatroquatro, que ganharam edição do Festival Termómetro 2018.

Esta banda de Lisboa é composta por João Vidigueira (voz), Luís Lucena (programações/guitarra eléctrica/baixo), João Abelaira (teclados/ synths) e Diogo Sousa (bateria/sampler) e tem uma sonoridade influenciada pela pop nacional e americana.

Hoje foi a vez de saber o cartaz completo do Bons Sons 2018 e o que não faltam são grandes nomes que viajam até Cem Soldos (Tomar) no pico do Verão.

Esta aldeia nabantina da freguesia da Madalena vai receber mais de cinquenta bandas e artistas de todo o país e mesmo fora dos cabeças de cartaz temos segundos nomes muito sonantes.

Cartaz de grande nível em Cem Soldos

São disso exemplo Mirror People, Lince, S. Pedro, Luís Severo, Xinobi, o fenómeo Conan Osiris, Monday ou 10 000 Russos. Zeca Medeiros, Lena d’Água e Primeira Dama com a Banda Xita e Selma Uamusse completam um apoio de luxo para aqueles que serão as grandes atracções do Bons Sons 2018.

Desde logo, temos Salvador Sobral, o grande vencedor do Festival da Canção 2018, que dará um dos seus grandes concertos pós-operação.

O músico português vai abrir, mesmo, o festival a 9 de Agosto no Palco Lopes Graça, a que se segue a moçambicana Selma Uamusse que apresenta o seu primeiro álbum a solo.

Os Dead Combo também vão subir ao palco principal do Bons Sons, assim como Mazgani, Sara Tavares, Sean Riley & The Slowriders e Cais do Sodré Funk Connection.

No novo palco Zeca Afonso, num anfiteatro natural do recinto, tocam Slow J, Linda Martini e Paus. Este espaço recebe ainda as actuações dos Mirror People, Zeca Medeiro The Lemon Lovers, 10 000 Russos e Peltzer.

Pulseiras com chip e tendas pré-montadas

Entra as outras novidades do Bons Sons está o facto de os pagamentos serem feitos sem recurso a dinheiro físico. Em vez disso há uma pulseira com um chip, que pode ser carregada em pontos específicos do recinto.

A organização promete ainda uma área de restauração maior e mais diversificada que em anos anteriores, assim como um reforço da zona de campismo. Neste campo, há tendas que já vão estar montadas, disponíveis em vários tamanhos.

Finalmente, há ainda uma nova zona que «convida à descontracção debaixo do céu estrelado», sublinha a organização.

Os bilhetes estão à venda com duas modalidades: um passe de quatro dias que custa 40 euros (se for comprado em Agosto passa a 45 euros) e um bilhete diário por 20 euros (22, em Agosto).

As informações completas sobre o Bons Sons 2018 podem ser consultadas no site oficial do festival, em bonssons.com