Adeus Toys Beetle Claires

Claire’s, Toys R Us e Volkswagen Beetle: estas três coisas vão desaparecer em breve

por • 21 Março, 2018 • ActualidadeComentários fechados em Claire’s, Toys R Us e Volkswagen Beetle: estas três coisas vão desaparecer em breve1548

Em breve, vamos deixar de poder comprar brinquedos na Toys R Us, acessórios de moda na Claire’s e conduzir novos Volkswagen Beetle. A culpa é das leis do mercado. E das escolhas do consumidor.

Nos últimos dias ficámos a saber que há, pelos menos, três marcas icónicas que vão desaparecer do mercado. A loja de brinquedos Toys R Us declarou falência, situação que também aconteceu com a Claire’s. Já a Volkswagen deve deixa de produzir novas versões do Beetle.

Adeus, Beetle

Beetle
Vamos começar pelo fim deste pequena lista de “extinções”. Segundo o site Autocar, depois desta terceira reencarnação do carocha, a versão que está à venda nos concessionários, é o fim da linha.

O site Autocar cita as palavras do director de Investigação e Desenvolvimento da marca alemã, Frank Welsch: «Duas ou três gerações é o suficiente. Não o podemos estar a fazer pela quinta vez e dizer ‘temos aqui o novo novo novo Beetle’».

Para Frank Welsch, o novo T-Roc é o substituto natural da terceira versão do Beetle, que a Volkswagen começou a vender em 2011. Mas, para compensar os corações partidos que esta notícia possa causar, a marca já confirmou que vai fazer um novo “pão de forma” eléctrico: o Microbus vai chegar entre 2021 e 2022.

Adeus, Toys R Us

Toys R Us
A loja de brinquedos que surpreendeu com a sua entrada em Portugal durante os anos 90 (uma das primeiras foi em Telheiras, que ainda hoje existe) declarou falência nos EUA.

Depois seguiu-se o Reino Unido e chegaram-se a ouvir rumores de que a operação em Portugal iria manter-se. Mas não: em comunicado, a Toys R Us Iberia Real Estate SLU (que é responsável pelas lojas nacionais) disse que solicitou, junto dos tribunais de Madrid, «uma declaração de insolvência».

Mas as lojas não devem fechar do dia para a noite, uma vez que o grupo Ibérico também disse que «continua com as operações para tentar garantir a sua viabilidade em Portugal e Espanha».

Enquanto o processo estiver em Tribunal, muito provavelmente com uma protecção de credores, as lojas mantêm-se abertas. E claro, não podemos passar ao lado do facto de muitas poderem começar com as típicas promoções.

Só nos Estados Unidos são 900 lojas que vão fechar (36 mil postos de trabalho) de acordo com O Observador. Em Portugal serão, assim, nove lojas a encerrar, em Lisboa, Coimbra, Porto e Guimarães.

Adeus, Claire’s

Claires
Uma das mais conhecidas lojas de acessórios, joalharia e de moda feminina também vai fechar portas. Para já, esta notícia tem apenas que ver com o mercado dos EUA. Mas, no início, estas eram também as indicações que havia para a Toys R Us, por isso…

A verdade é que a marca fechou 2017 com um prejuízo de 1,6 mil milhões de euros nos EUA. Para tentar salvar a empresa, foi posto em prática um plano para reduzir o passivo em 1,5 mil milhões de euros, refere o ECO.

«A indústria retalhista como um todo tem sido desafiada por mudanças nas preferências e hábitos de compra dos consumidores», diz a Claire’s, apontando ainda o comércio online como um dos “culpados” pela quebra de vendas em lojas físicas.

Em Portugal, e como referimos, a marca está, de momento, a salvo de qualquer notícia mais negativa, uma vez que fonte oficial da operação no País garante que Canadá e a Europa estão fora deste “terramoto”.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish