Nokia 8

Review: Nokia 8

por • 2 Novembro, 2017 • Estrelas TRENDY ⭐️, High-Tech📱Comentários fechados em Review: Nokia 8151 •

Design : 88%

Utilidade: 90%

Inovação : 72%

Qualidade : 83%

Preço: 79%

As capacidades multimédia do Nokia 8 são o seu principal destaque.

Resumo:

Se há marca de telemóveis que tem um cantinho especial no coração de todos os portugueses, é a Nokia.

Fortíssima nos anos noventa e na primeira década dos anos 2000 em Portugal, a marca finlandesa passou por um período de trevas quando este sob a alçada da Microsoft, o que acabou por quase destruir esta autêntica instituição finlandesa.

Resultado: a marca perdeu valor e, ao mesmo tempo, a Nokia viu serem lançados no mercado alguns dos piores smartphones de sempre a envergar a sua insígnia.

Foi por isso que as notícias do “regresso à vida” marca não foram, ao contrário da primeira notícia da morte de Mark Twain, manifestamente exageradas. Foram completamente certas e a verdade é que a Nokia está de volta aos grandes palcos da tecnologia mundial.

Aliás, se o Nokia 8 custasse menos cem euros, estaríamos perante, talvez, o melhor terminal com relação preço/qualidade no mercado.
Ok, é estranho ver a Nokia a usar Android, pois mete-a no saco das outras quinhentas que também o fazem.

O design, igualmente, não é distintivo da marca, isto porque a Nokia não inaugurou nenhum form factor em smartphones que nos faça recordar o 8 como pertencendo a qualquer linhagem.

Mas isto também é culpa da excessiva padronização do design deste tipo de terminais, “enclausurado” sempre num rectângulo que não varia muito de modelo para modelo.

Com estas questões à parte, o Nokia 8 é um bom terminal, pode ter margem para fazer voltar com que a marca volte a ter um lugar de destaque, mas imagina-se um trabalho hercúleo pela frente.

Isto acontece porque durante os quase cinco anos de jugo da Microsoft outras marcas emergiram e acabaram por relegar a Nokia para a terceira ou quarta divisão da tecnologia mundial.

Agora, com os três mosqueteiros Nokia 3, 5 e 8 pode, finalmente, voltar a sonhar com altos voos. Em particular, o Nokia 8, é o topo de gama possível nesta altura: tem uma câmara que consegue imagens e vídeos decentes e uma super-bateria.

Também ficamos com o Android puro e sempre actualizado quase ao mesmo tempo que o dos terminais Google, um design polido e um camera bump que não decepciona, ao contrário do que existe noutros modelos de marcas rivais.

Nokia 8 Android

As capacidades multimédia do Nokia 8 (capacidade de tirar uma fotografia ao mesmo tempo com a máquina de trás e da frente, gravação de áudio com qualidade superior, fotografia com lentes Zeiss) são o seu principal destaque.

Só é pena não termos acesso à versão em cor cobre, pois a cinza não é suficientemente carismática para dar aquele empurrãozinho-extra que tanto iria fazer bem à Nokia neste momento.

€599,99 | nokia.com

Artigos Relacionados