Ikea quer transformar a casa num santuário de boas vibrações

O catálogo Ikea 2017 chega a partir do dia 25 de Agosto à casa das famílias portuguesas, cheio de «novidades inspiradoras» para um melhor dia-a-dia em casa.

Este ano o catálogo IKEA mostra, segundo Cláudia Domingues, diretora de comunicação da Ikea Portugal, «as sensações que fazem a nossa casa, espaço onde podemos ser nós próprios, longe das pressões do dia-a-dia, reescrever as nossas próprias regras e optar pelo que nos faz sentir bem».

O estudo desta ano da Ikea conclui que comer e beber em conjunto é uma das actividades mais comuns em 75% das casas lisboetas. No entanto, uma refeição com amigos ou família já não tem que ser à volta de uma mesa, com cadeiras confortáveis.

«As refeições migraram da mesa de jantar para o sofá, chão ou secretária. Hoje em dia não interessa onde comemos, mas sim o facto de estarmos juntos», justifica Cláudia Domingues.

Assim, o conceito deste ano passa por dotar a casa de uma «componente sensorial e emocional», mais que um espaço físico». Associada a cheiros (resposta de 51% dos inquiridos) e sabores específicos, para um em cada três lisboetas, a casa é o lugar onde «mantêm as suas relações e objetos mais importantes», diz o estudo da Ikea. Assim, o novo catálogo da marca é «criado para pessoas e não para consumidores», sublinha a diretora de comunicação.

No estudo A Vida em Casa 2016, a Ikea procurou compreender o que faz de uma casa, ‘uma casa’, tendo em conta quatro dimensões: as nossas relações, os nossos objetos, o espaço sensorial da casa e a zona envolvente. O objectivo, de acordo com Cláudia Domingues, foi «conhecer as necessidades, os sonhos e as frustrações das pessoas, para que poder criar soluções relevantes, que possam contribuir para uma melhor vida em casa».

O relatório global “A Vida em Casa” está disponível em http://lifeathome.ikea.com/home/. Esta análise baseia-se nos dados obtidos através do questionário online realizado a 13 mil pessoas, com idades entre os 18 e 80 anos, em Lisboa, Berlim, Estocolmo, Londres, Madrid, Moscovo, Mumbai, Nova Iorque, Paris, Sidney, Toronto, Xangai e Zurique.

Este ano, o catálogo Ikea vai ter uma distribuição de 2,5 milhões de unidades em Portugal e inclui treze histórias que nos levam a visitar casas por todo o mundo e pelos bastidores da Ikea.

Ao longo das mais de 300 páginas, são apresentados exemplos de como a IKEA se une a pessoas diferentes, de diversas culturas, e como o facto de entender as suas necessidades e sonhos ajuda a criar e produzir os melhores produtos e soluções.

A nível global, vão ser impressas 211 milhões cópias em papel certificado FSC, traduzido em 34 línguas e distribuído em 48 países. Além do catálogo em papel, a Ikea vai disponibilizar uma app para smartphones, Smart TV e Apple TV com mais de três horas de conteúdo interactivo, com vídeos orientadores e dicas partilhadas por colaboradores da marca.

Além disso, a aplicação disponibiliza ainda ambientes panorâmicos de 360º, realidade virtual e a funcionalidade de realidade aumentada para que possa experimentar virtualmente mobiliário e outros acessórios Ikea na sua casa.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].