Férias de Verão: os 8 melhores destinos mundiais para visitar sozinho

Precisa de um tempo só para si ou não gosta de andar ao sabor de um grupo de amigos? então estes são os destinos que lhe vão encher as medidas.

Viajar é partilhar. Esta é uma máxima que faz sentido para muita gente, mas existem sempre aquelas pessoas que também gostam de ter o seu próprio ritmo, de serem mais aventureiras e, por isso, preferem viajar sozinhas. Ou, pelo menos, ter essa experiência uma vez.

Se em breve está a pensar fazer uma viagem a solo, o TRENDY e a Momondo têm uma série de sugestões com destinos ideais um pouco por todo o Mundo para visitar apenas com o seu Eu.


Dublin, Irlanda

Dublin
É na capital da Irlanda que pode passear por calçadas minúsculas e visitar antigas mansões Georgianas onde moraram figuras históricas como Oscar Wilde, James Joyce e Bram Stoker. Aproveite para dar um saltinho a um dos muitos espaços verdes de Dublin, como o Phoenix Park com as suas majestosas manadas de cervos selvagens e acabe a noite num dos muitos pubs da cidade.


Gotemburgo, Suécia

Gotemburgo
Para evitar a clássica visita à capital Estocolmo, experimente marcar férias para Gotemburgo. A cidade está repleta e o custo de vida não é um atentado à carteira. Independentemente da meteorologia vai sentir-se atraído pelos aromas que emanam dos Jardins Botânicos de Gotemburgo. Coma qualquer coisa rápida no mercado de comida de Stora Saluhallen e siga para o Paddan Boat Tour, um cruzeiro no rio Göta älv.


Havana, Cuba

Cuba
A segurança dos visitantes é levada muito a sério: vai encontrar muitos polícias poliglotas nos bairros mais concorridos, muitos com dicas úteis na ponta da língua como sugestões de sítios para jantar ou tomar uns copos.

Delicie-se com croquetes fritos servidos por vendedores de rua e aproveite para fotografar os carros americanos vintage e os edifícios coloniais – a apodrecer sim, mas cheios de vida. Para terminar o dia, calce uns sapatos confortáveis, pegue numa garrafa de vinho e vá até à marina dançar até não aguentar mais.


Ilhas Fiji

Fiji
É verdade que Fiji é mais conhecido por ser um destino romântico, mas há 322 ilhas para escapar aos “pombinhos” e encontrar um ninho paradisíaco só para si. A apenas meia hora de carro da capital, Suva, a floresta tropical de Colo-i-Suva promete momentos relaxantes, sempre ao som melodioso dos pássaros. Se prefere a vida selvagem na sua versão aquática, faça mergulho nas águas azul turquesa e visite os recifes de coral.


Toronto, Canadá

Toronto
O viajante independente vai sentir-se certamente em casa e recebido de braços abertos numa das cidades mais multiculturais do mundo. A melhor altura para visitar a cidade é durante o Verão, quando se realizam alguns festivais de música, como o Beaches International Jazz Festival, em Julho. Neste mês, pode ainda descobrir novidades gastronómicas durante o Summerlicious, em que mais de 200 restaurantes conceituados oferecem menus fixos a preços convidativos.


Thimpu, Butão

Thimpu
Se procura uma experiência independente carregada de realização pessoal, o Butão é o destino a seguir. Conhecido por dar prevalência à ‘felicidade interna bruta’ sobre o PIB, este país só se abriu aos turistas internacionais há cerca de trinta anos, e está ainda relativamente intocado pela influência ocidental. Vai encontrar festivais de comida, música e dança ao longo do ano no Butão.


Juneau, Alasca

Juneau
Dos dois milhões de viajantes que visitam o Alasca todos os anos, 20% viajam sozinhos, ansiosos por desligar do caos do resto do mundo. A Natureza aqui acontece à séria, por isso, quando se aventurar na doce mas sonolenta capital Juneau, é melhor estar pronto para brincar aos exploradores. Se conseguir atravessar o gelo, tente uma saída para pescar no Tracy Arm Fjord.


Queenstown, Nova Zelândia

Queenstown
A Nova Zelândia é um país incrivelmente acolhedor e óptimo para os viajantes. Visite Queenstown, uma sedutora vila à beira-lago verdadeiramente merecedora da alcunha ‘A Capital do Mundo da Aventura’. Aqui, pode poraticar rafting, queda livre, bungee jumping e visitar estâncias de ski que se espalham pela cordilheira das Remarkables.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].