Ténis feitos de café? Borras recicladas da Nespresso dão origem a uma colecção com dedinho português

A Nespresso e a marca francesa Zèta criaram uma colecção de ténis feitos com borras recicladas. No projecto entraram ainda as empresas nacionais Tintex e Rudis Footware.

Depois dos ténis feitos com borrachas de mangueiras danificadas em incêndios, chega mais calçado criado a partir de outro material reciclado, desta vez borras de café.

A ideia foi da Nespresso e da marca francesa Zèta, no âmbito da iniciativa de sustentabilidade Fazer Faz a Diferença. O resultado é a colecção RE:Ground, com três pares de ténis com nomes inspirados em bebidas – Ristretto, Cappucciono e Latte – com ligação às cores das solas e de alguns detalhes.

Segundo a Nespresso, cada par de ténis foi criado com recurso a uma quantidade de borras recicladas equivalente a «doze chávenas»; neste processo participaram ainda as empresas portuguesas Tintex (que criou uma «inovadora ‘pele’ a partir das borras de café» e a Rudis Footware (responsável pela produção).

©Nespresso / Zèta
©Nespresso / Zèta

As borras foram integradas no «couro vegan» usado na «parte superior dos sapatos e também nas solas»; depois, para o resto, foram usados mais materiais reciclados (80%), como «plásticos recolhidos do Mar Mediterrâneo, cortiça, borracha e látex».

Cada par de ténis RE:Ground custa 155 euros; a venda é feita em exclusivo na loja online da Zèta. Recentemente, a Nespresso teve outro projecto que envolveu reciclagem: uma bicicleta criada com cápsulas usadas.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].