No site MyHeritage já é possível criar um vídeo em que um familiar falecido conta a sua história de vida – com voz

©MyHeritage / DR.
©MyHeritage / DR.

Em 2021, o site My Heritage tornou-se viral devido a um funcionalidade que permitia fazer o upload de fotos de familiares (ou de outras pessoas) que já tivessem falecido e, depois, animá-las. Agora, junta-lhe voz.

A opção Deep Nostalgia, com recurso a algoritmos de IA e de «aprendizagem» da empresa D-ID, permitia animar fotografias com sorrisos e olhares: o resultado era um regresso à vida dos nossos entes queridos, que dividiu opiniões.

Algumas pessoas viram aqui uma forma de voltar a ter contacto com familiares desaparecidos, enquanto outras questionaram a ética deste recurso da MyHeritage. O próprio site, no seu FAQ sobre a tecnologia, aborda esta questão: «Algumas pessoas adoram a funcionalidade e consideram-no mágica, enquanto outras a acham arrepiante e desagradável».

©MyHeritage
©MyHeritage

Contudo, se a Deep Nostalgia motivou algumas críticas, a LiveStory pode ser ainda mais ‘arrepiante e desagradável’ para várias pessoas, uma vez que ao vídeo da foto animada com a tecnologia Deep Nostalgia se junta a voz – a ideia é pormos um familiar já falecido a contar a sua história de vida.

Para isso, somos convidados a fazer o upload uma foto para o site e, depois, a escrever uma biografia por capítulos: podemos falar sobre pais, filhos, profissões e outros eventos de vida, tudo escrito por nós. Cada um destes capítulos pode ser ilustrado por fotos, que também temos de carregar para o site.

©MyHeritage
©MyHeritage

A funcionalidade mais estranha da LiveStory será mesmo escolher uma voz artificial para que o nosso familiar conte a sua história: em português há três vozes de homem e três de mulher, sendo possível ajustar a velocidade do discurso – mais lento ou mais rápido.

O resultado é um vídeo em formato de quadrado, com a foto “falante” do protagonista da história no canto inferior esquerdo, ao mesmo tempo que vai passando um slideshow com outras imagens que carregámos; se não o fizermos, a foto do nosso familiar irá ocupar a totalidade do ecrã, apenas com os movimentos faciais aplicados pela Deep Nostalgia e a voz sintetizada.

Mesmo disponível para utilizadores que não tenham subscrito um plano pago, cada vídeo LiveStory pode ser descarregado para o computador ou partilhado directamente nas redes sociais. A funcionalidade pode ser testada aqui.


Artigo originalmente publicado em pcguia.pt
Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].