©C&A
©C&A

C&A usa mais de quatro milhões de garrafas de plástico recicladas para fazer casacos de Inverno

O novo projecto de moda circular e sustentável da C&A tem mais um “episódio”. Depois de reutilizar poliéster, caxemira, nylon e algodão, chega a vez do plástico reciclado.

Se vier a vestir um dos novos casacos da colecção de Inverno da C&A (para homem e mulher) provavelmente não se vai aperceber de que cada um deles foi feito com «14 a 24 garrafas de plástico» reciclado.

Mas é mesmo verdade: este é o mais recente projecto sustentável da marca, que, ao todo, reciclou «mais de quatro milhões de garrafas de plástico» para usar na sua mais recente colecção. A marca também já tinha anunciado peças feitas em algodão reciclado, em 2018.

O conceito de ‘moda circular’ já faz parte, há algum tempo, do ADN da C&A, que já apresentou outras peças de roupa com «poliéster, caxemira, nylon e algodão» reutilizados. O objectivo é «economizar energia e recursos», além de «reduzir o desperdício têxtil» para promover uma cultura, no sector da moda, «mais eco-consciente».

As garrafas de plástico estão no enchimento

Segundo a C&A, estes novos casacos da colecção de Inverno estão «certificados pelo Padrão Global de Reciclagem ou pelo Padrão de Declaração de Reciclagem» e integram «pelo menos 20% de materiais reutilizados».

©C&A
©C&A | Os casacos com plástico reciclado da C&A custam, em média, 50 euros.

Nos casacos, onde esta matéria-prima está mais presente é no «enchimento das peças»: é feito com garrafas de plástico 100% reciclado. Para conhecer a colecção de Inverno da C&A, que também tem outras peças de roupa clique aqui para as peças de homem e aqui para as de mulher.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].