Housekeeping Aqualuz Troia

Aqualuz Troia quer trocar o housekeeping por vouchers nos restaurantes, em nome da ecologia

por • 21 Agosto, 2019 • Ecologia, Viagens e HotéisComentários fechados em Aqualuz Troia quer trocar o housekeeping por vouchers nos restaurantes, em nome da ecologia593

Os hotéis Aqualuz, em Tróia, adoptaram uma política ecológica que tem como objectivo «a poupança de recursos naturais e energéticos de cada estada». A sugestão é trocar o serviço de housekeeping por vouchers de restauração.

Os hotéis e os resorts são das infra-estruturas que mais energia e recursos gastam, pelo que os programas amigos do ambiente são normalmente usados nas grandes cadeias para reduzir este impacto.

Em muitos hotéis os hóspedes são convidados a reduzir o housekeeping, sobretudo no que respeita à mudança de toalhas na casa de banho, para evitar demasiadas lavagens e os consequentes gastos de água e electricidade.

Os hotéis Aqualuz Troia decidiram, agora, premiar quem dispensa o housekeeping dos quartos com a oferta de vouchers de cinco euros por dia, que podem depois ser usados em todos os restaurantes deste complexo turístico: Il Palato, Azimute, Atrium, Península, Club House, Beach Club e Bar da Praia.

Se os clientes quiserem trocar o housekeeping pelos vouchers de cinco euros têm de o comunicar na recepção até às 20 horas do dia anterior, sendo também necessária uma inscrição na «política de preservação ambiental definida para a hotelaria e serviços na Península de Tróia».

De acordo com os responsáveis do Aqualuz, o impacto diário desta medida equivale a «cerca de 500 litros de água por cada cliente» ou seja, cerca de «três copos de água por dia, durante dois anos». Em relação à electricidade poupada serão 3 kW/h, «a potência suficiente para ligar um computador portátil durante 24 horas», lembra o Aqualuz.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish