Siren SyFy
Siren SyFy

Temos de falar sobre a nova série do SyFy e do estudo do canal sobre seres marinhos mitológicos

Há uma nova série que vai chegar ao canal SyFy sobre uma sereia. Chama-se Siren e para promover a estreia, o canal decidiu mostrar os resultados de um estudo que só nos envergonha.

Se perguntar a uma criança se acredita em sereias e no Aquaman, qual acha que vai ser a resposta? Provavelmente, se for um miúdo normal, vai dizer que isso é tudo mentira.

Mas o SyFy decidiu provar que «mais de 50% da população portuguesa acredita realmente que existem seres marinhos mitológicas nos mares». Mas que «população portuguesa» é esta de que fala o SyFy?

Uma amostra real da sociedade, com gente de várias idades ou profissões? Não, o SyFy preocupou-se em ouvir crianças entre os 14 e os 24 anos para saber se acreditam em seres mitológicos marinhos.

Então, mas se são seres ‘mitológicos’, qual é a importância de saber se são reais? Se fazem parte da mitologia (em concreto da grega, mas de que Camões também fala nos Lusíadas, onde também lhes chama Tágides), não são reais.

Isso não impediu o SyFy, onde os responsáveis de marketing devem ter a mesma idade dos inquiridos mais novos, de dizer que «mais de 50% da população portuguesa acredita realmente que existem seres marinhos mitológicas nos mares».

Além de ser mentira, é uma estratégia de promoção preguiçosa que só nos avisa para a qualidade desta série, igual a tantas outras que passam no SyFy, perante a indiferença de todos: fraca, como um canto de uma sereia que nos atrai para a desgraça.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].