Cinema português vai até à China espalhar charme

O Instituto do Cinema e do Audiovisual, a Academia Portuguesa de Cinema e a Cinemateca Portuguesa vão organizar a Festa do Cinema Português na China.

O país com que Portugal tem desenvolvido protocolos em vários campos e estabelecido laços de amizade cada vez mais fortes, vai receber um festival de cinema português.

A cerimónia oficial de abertura acontece a 9 de Outubro na Cinemateca Chinesa (Pequim) e vai ficar marcada pela exibição do filme Cartas da Guerra, de Ivo Ferreira.

Até dia 30 de Outubro, o público chinês vai ter muito com que se entreter: Os Gatos Não Têm Vertigens, Até Amanhã Camaradas e Os Maias vão ser alguns dos filmes em exibição.

Mas também vai haver lugar para longas metragens mais antigas do cinema português. Grandes clássicos como a Canção de Lisboa, Fado – Historia de uma Cantadeira, Pátio das Cantigas e Aniki Bóbó também passam na China, entre Pequim e Changsha, as cidades que vão acolher o festival.

Ao todo, serão 28 filmes entrecalados com «vários encontros entre produtores portugueses e chineses assim como master classes para alunos locais que frequentam mestrados em cinema», diz a Academia Portuguesa de Cinema.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].