Abdulrazak Gurnah. O Prémio Nobel da Literatura 2021 tem apenas um livro editado em Portugal

©University of Kent
©University of Kent

O vencedor do Prémio Nobel da Literatura 2021 é da Tanzânia e tem 73 anos. As obras de Abdulrazak Gurnah contam histórias de colonialismo e fazem o retrato de uma África antiga.

Tanzaniano (nasceu em Zanzibar), 73 anos, ex-professor de Literatura Inglesa e Pós-Colonial no Reino Unido, dez romances editados entre 1987 e 2020. Abdulrazak Gurnah é o vencedor do Prémio Nobel da Literatura de 2021 e o sucessor de Louise Glück.

Para a Academia Sueca, os seus livros são um «retrato vivo de uma outra África, um continente marcado pela escravatura e por várias formas de repressão de muitos países que adoptaram posturas colonialistas: Portugal, Índia, Alemanha e Inglaterra».

Em Portugal, Abdulrazak Gurnah tem apenas um livro editado, de 2003: Junto ao Mar (By the Sea), pela Difel, conta a história de Saleh Omar, um refugiado de Zanzibar que pede asilo ao Reino Unido, e que acaba por desenvolver uma relação de amizade com o filho do seu maior inimigo.

Único livro em português de Gurnah está esgotado

Junto ao Mar pode ser encontrado no site da Bertrand, mas de momento está indisponível/esgotado – o preço era de 15,14 euros. Na Fnac ou na Wook apenas podem ser comprados livros de Abdulrazak Gurnah em inglês.

Como é habitual, as livrarias devem fazer especiais com os livros de Abdulrazak Gurnah e é natural que Junto ao Mar volte a ter uma nova edição, uma vez que a procura pelos livros do autor tanzaniano deve aumentar nas próximas semanas.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].