João Portugal Ramos anuncia o seu primeiro vinho de sobremesa, o Marquês de Borba Late Harvest

@João Portugal Ramos
@João Portugal Ramos

É um projecto de pai e filho. Esta colheita tardia insere-se na “família” Marquês de Borba para que haja um vinho «para todas as ocasiões».

A linha de vinhos João Portugal Ramos Marquês de Borba acaba de receber um reforço de Inverno. Esta gama passa agora a contar com uma versão colheita tardia, um vinho mais licoroso e indicado para terminar refeições, com uma sobremesa.

O vinho branco Marquês de Borba Late Harvest é uma criação de pai e filho, João Portugal Ramos e João Maria Portugal Ramos, tem «produção muito limitada» e «apenas será produzido em anos excecionais», lembram os produtores.

Late Harvest pode fazer pairing com foie gras

Como á habitual nos vinhos de colheitas tardias, este Marquês de Borba tem um «aroma naturalmente doce, obtido a partir de uvas sobre maduras (100% de arinto) vindimadas na última semana de outubro». Além do pairing com sobremesas, este Late Harvest também pode acompanhar «foie gras» ou uma «salada rica temperada com vinagrete».

@João Portugal Ramos

Em relação às notas de prova, o Marquês de Borba Late Harvest tem «aromas a casca de toranja, notas florais e mel»; segundo João Portugal Ramos, o vinho é «volumoso na boca, sem deixar de ser fresco, com um final longo, devendo-se ao equilíbrio entre a doçura e a acidez». O preço de cada garrafa é de 22 euros.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].