Multicare COVID-19 ©Visuals
Multicare COVID-19 ©Visuals

Testes de Coronavírus passam a ser grátis para todos os clientes de seguros de saúde Multicare

A Fidelidade anunciou que os todos os clientes que tenham seguros de saúde Multicare podem fazer testes de despiste de Coronavírus sem terem de fazer um co-pagamento.

Quem tem seguros de saúde, seja da Multicare ou de outra empresa, costuma pagar uma parte de vários tratamentos e consultas, ficando o resto por conta de segurador – a isto chama-se ‘copagamento’, ou seja, um pagamento conjunto entre o prestador do seguro e o cliente.

É precisamente isto que passa a deixar de existir para o lado dos clientes da Multicare, uma vez que a seguradora anunciou a isenção de qualquer pagamento para quem queira fazer o teste do SARS-CoV-19. Contudo, esse teste (que custa cerca de duzentos euros) não pode ser voluntário.

Um questionário online para avaliar sintomas do COVID-19

«A Fidelidade vai isentar os clientes do seu Seguro de Saúde Multicare do custo de copagamento no caso de terem que fazer o teste de despiste à COVID-19 por prescrição médica», esclarece a seguradora.

Além desta decisão, a Multicare lançou ainda uma ferramenta digital on-line de avaliação de sintomas sob forma de um «questionário interactivo» que ajuda os clientes a «identificar as patologias possíveis associadas a um determinado sintoma de saúde, em que se inclui a infecção por SARS-CoV-19».

Questionário junta-se à linha Medicina On-Line 24/7

Depois de feito este questionário, a Multicare faz um aconselhamento dos passos a seguir pelo clientes: uma das possibilidades é uma consulta médica por videoconferência.

Questionário Covid ©Multicare

Este serviço junta-se à já existente linha de apoio telefónica Medicina On-Line, «disponível que 24h por dia, 7 dias por semana, e com um atendimento integralmente feito por médicos», sublinha a seguradora.

Também hoje a Associação Portuguesa de Seguradores emitiu um comunicado a esclarecer o público e como devem proceder as empresas de seguros, perante casos de COVID-19: uma delas é a obrigatoriedade de os «encaminhar para os serviços especializados do SNS». Pode ler o documento na íntegra aqui.

Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].