Pedir crédito pessoal para férias? Descubra os prós e os contras

Use um simulador de crédito pessoal, faça bem as contas e saiba quais as opções de créditos pessoais para as suas férias.

O Verão está a chegar e os planos de férias entram na face decisiva. Escolher um destino de sonho para desfrutar um merecido descanso pode parecer impossível devido aos respetivos custos. Saiba, no entanto, que é possível pedir crédito pessoal para férias.

Antes de procurar por um simulador de crédito pessoal saiba as vantagens e desvantagens de optar por essa solução. Há três hipóteses no que a créditos pessoais para férias diz respeito.

Pode usar o seu cartão de crédito, pedir crédito pessoal ou contrair um empréstimo especificamente para esse efeito, solicitando um crédito pessoal para férias; uma solução que costuma apresentar condições diferentes dos outros créditos pessoais normais.

Antes de pensar em avançar para esta opção, pense no seu orçamento familiar: defina quanto pode gastar face às condições financeiro-económicas que tem.

Caso verifique que o seu subsídio de férias não é suficiente e opte por recorrer ao crédito pessoal, não deixe fugir o critério e o rigor. Lembre-se: as férias não vão a lugar nenhum, você é que vai.

E depois voltará, tal como o valor que pagará mensalmente pelo crédito. É um compromisso sério e duradouro, por isso pergunte-se se tem todas as condições para pagar mensalmente o valor devido.

Antes de pensar em assumir os compromissos inerentes à contratação de créditos pessoais, faça alguns exercícios de poupança, sempre com um simulador de crédito pessoal perto de si.

Por exemplo, crie uma folha de Excel com todas as suas despesas mensais. Analise-as a fundo, procure saber quais são dispensáveis e procure variar o pagamento das mesmas de acordo com a prioridade de cada uma, evitando concentrar todas num só mês. Use o cartão de crédito com moderação.

Precisa de pagar a viagem?

Aproveite os bons preços que surgem com meses de antecedência e use-o, claro. Depois disso, procure uma aplicação do tipo Trail Wallet que permite criar orçamentos para viagens. Em certos destinos, aliás, usar cartão de crédito não é aconselhado sob pena deste ser clonado.

Se está decidido a optar por créditos pessoais, os conselhos são básicos: depois de feito o seu orçamento, pesquise os produtos disponíveis através de um simulador de crédito pessoal, informe-se e escolha o produto em função das suas características.

Saiba qual é a Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) e aquilo que, depois de pedir crédito pessoal, vai pagar ao longo dos meses e durante o ano.

Pedir crédito pessoal para férias não é invulgar para os cidadãos portugueses. Segundo o estudo European Consumer Payment Report (2016) da consultora Intrum Justitia, citado pelo jornal Sol, 8% dos portugueses consideram uma boa opção pedir crédito pessoal para financiar as suas férias. Com ou sem créditos pessoais, uma viagem marcada com antecedência terá sempre preços mais competitivos.

O mesmo artigo exemplifica o caso de um casal que pretende ir à Índia e que pode pagar mais 500 euros se marcar a viagem em cima da hora. Adianta ainda que «tendo como base a simulação de uma oferta média do mercado, é possível perceber que, mesmo recorrendo a um financiamento de 1600 euros a 12 meses, permitindo a margem o pagamento de algumas despesas extra, o casal conseguiria poupar mais de 300 euros na sua viagem».

Nesta solução, conclui-se, «o MTIC (montante total imputado ao consumidor) passa a ser de 1713 euros e a prestação a pagar será de 143 euros». Vale a pena prestar atenção a esta sigla, para além daquilo que possa estar indicado num simulador de crédito pessoal.

A poupança ao marcar uma viagem com antecedência pode chegar aos milhares de euros, se estivermos a falar de destinos mais caros. Seja como for, o investimento em créditos pessoais para férias será sempre amortizado com prestações que permitem organizar o seu orçamento sabendo dessa despesa fixa mensal.

Em todo o caso, é sempre importante saber quanto “custa” o dinheiro emprestado – o verdadeiro preço do crédito no final do pagamento. Ao usar o cartão de crédito, a dívida pode ser liquidada em prazos inferiores; embora esteja limitado ao valor do plafond do cartão.

Pode, por outro lado, beneficiar de um cashback, caso o seu cartão tenha este programa associado. Use sempre um simulador de crédito pessoal para aferir as suas hipóteses com segurança. Em suma, pedir crédito pessoal para férias não é fácil. Mas umas férias de sonho podem compensar o investimento.

Emmet Brickoswki
Emmet Brickowski, o protagonista do Filme LEGO, está no Trendy para escrever sobre tudo o que lhe pedirmos. É um verdadeiro polivalente e tanto o vai a ver a escrever sobre desporto ou sobre pneus de automóveis. Everything is awesome!