©Mobile World Congress Coronavirus

OFICIAL: Mobile World Congress 2020 cancelado por causa do risco de contágio do Coronavírus

por • 12 Fevereiro, 2020 • Actualidade, COVID-19, High-TechComentários fechados em OFICIAL: Mobile World Congress 2020 cancelado por causa do risco de contágio do Coronavírus527

Era uma decisão que já se adivinhava, depois de algumas das principais marcas do mundo das tecnologias terem cancelado a sua participação. O MWC 2020 não vai acontecer, devido ao Coronavírus.

O vírus do cancelamento começou por contagiar a LG; depois, seguiram-se marcas como a Sony, a Amazon, a Intel e a Nokia, uma das mais recentes a confirmar que não ia participar no Mobile World Congress, a principal feira mundial relacionada com tecnologias móveis e smartphones.

Todas as empresas explicam que este ano desistem de marcar presença em Barcelona, para esta feira, devido ao perigo de contágio do Coronavírus, que a Organização Mundial de Saúde elevou à categoria de ‘Emergência Mundial de Saúde’ no final de Janeiro.

LG, Sony, Amazon e Facebook recusaram ir ao MWC 2020

Apesar de a organização da feira (a cargo da GSMA) ter sempre garantido, ao longo das últimas semanas que iria manter a decisão de não cancelar o evento, mas adoptando várias e fortes medidas de segurança, chega agora a decisão oficial de cancelar o Mobile World Congress 2020.

Esta tomada de posição, saída de uma reunião de emergência que aconteceu hoje, durante a tarde, acaba por estar directamente ligada ao facto de várias empresas terem recusado participar nesta feira de tecnologias criada em 1987.

Com LG, Sony, Nokia, Amazon, Facebook, Intel e Cisco à cabeça, foram mais de trinta as marcas que acabaram forçar a decisão da GSMA em cancelar o MWC 2020. A Samsung Portugal também tinha confirmado que, desta vez, não iria levar a sua comitiva habitual a Barcelona.

Coronavírus passa a SARS-CoV-19 e só deve ter vacina em 2021

Já esta semana, a OMS reuniu-se de emergência em Genebra (Suíça) para reavaliar o nível de contágio do Coronavírus e debater formas de por um travão a esta epidemia. A organização decidiu ainda mudar, de forma oficial, o nome do vírus, que passa a ser SARS-CoV-19 e a doença provocada pelo mesmo será COVID-19 (um acrónimo de COrona VIrus Disease, sendo o 19 relativo ao ano em que foi detectado o primeiro caso, em Wuhan).

Outra das principais conclusões deste encontro da OMS que reuniu cientistas, médios e especialistas de saúde foi a previsão de quando pode estar pronta uma vacina contra o COVID-19: dezoito meses, ou seja, apenas em Junho de 2021.

Era natural que, com este alarme, alguns eventos à escala mundial, que concentram pessoas de todo o mundo, especialmente vindas da Ásia e concreto da China, pudessem não acontecer, devido ao perigo de contágio. E é isto que se vai passar com o Mobile World Congress.