A cervejeira artesanal Musa anunciou o lançamento de mais uma edição da Mango Lingo Lingo, cuja primeira edição saiu em 2021, numa colaboração com a Vilhoa.

Como tem acontecido nos últimos anos, a Musa volta a colaborar com um artista para criar um pack temático dedicado aos pais: este ano é com Jaime Ferraz.

A Musa criou uma cerveja para o Dia dos Namorados: a SexuAle Healing, inspirada na música Sexual Healing, de Marvin Gaye.

A festa começa pelas 22 horas com um DJ set de Pedro Paulos; as doze badaladas vai ser feita com a dupla de Gondomar João Não & Lil Noon.

A tradição de dar nomes às cervejas relacionados com música continua na edição de Natal da Musa: a deste ano chama-se Vanilla Stout.

Ao contrário do que acontece numa happy hour, na unhappy hour da Musa há subidas no preço - tudo para alertar em relação à desigualdade salarial entre homens e mulheres.

Afinal, o rebranding da Musa não foi total: a marca mexeu apenas nos rótulos das suas principais cervejas, que agora passam a ter desenhos assinados por sete artistas nacionais.

Fundada há sete anos em Marvila, a Musa fundiu-se há um ano com a Bolina e, agora, há mais uma mudança no horizonte.

A tradição volta a repetir-se em Janeiro de 2023. Musa, Oitava Colina, Lince e Dois Corvos vão servir cerveja, concertos e DJ sets ao longo de um dia.

Se a Corona é conhecida por ser bebida com um gomo de lima, a Llorona pode ficar na "história" por ser feita com limas que seriam, de outra forma, desperdiçadas.

A segunda cerveja em lata da Musa volta a ser uma collab: depois da Busker, chega a AlegrIPA em parceria com a Sovina, acompanhada de duas festas com DJ sets de Rui Pregal da Cunha.

Já há data para a (re)abertura da Musa, em Lisboa. A nova fábrica e taproom desta cervejeira artesanal é inaugurada durante o aniversário dos seis anos.