A forma como trabalhamos está a mudar – trabalho híbrido será tendência

©Pexels
©Pexels

O mercado de trabalho está em constante mudança e grandes acontecimentos acabam por acelerar este processo criando tendências e modelos de trabalho. O teletrabalho ganhou novos contornos em 2020 quando as empresas se viram obrigadas a enviar os seus trabalhadores para casa, mas parece que indiretamente se foi criando uma tendência, o modelo de trabalho híbrido.

No modelo de trabalho híbrido apenas alguns colaboradores trabalham nas instalações da empresa, enquanto outros trabalham a partir de casa. Apesar de este não ser um modelo isento de desvantagens, as vantagens parecem compensar, principalmente porque as grandes empresas podem aproveitar talentos em qualquer parte do mundo.

A era digital modificou a forma como comunicamos e trabalhamos ao permitir ligar pessoas e empresas situadas em qualquer parte do mundo, mas parece que apenas agora o panorama laboral está preparado para efetivamente abrir as portas ao teletrabalho, depois de os acontecimentos mundiais de 2020 terem provado ser possível ser-se produtivo a partir de casa.

Os trabalhadores desejam poder trabalhar mais de casa

Vários estudos mostram que a maioria dos trabalhadores deseja mais opções de trabalho remoto e flexível o que mostra que as empresas necessitam repensar nos ambientes de trabalho, apostando em melhores equipamentos e gadgets que permitam reuniões online de qualidade, espaços de trabalho que favoreçam a rotatividade entre colaboradores que trabalhem entre casa e o escritório e até facilidade em contratação de talentos independentemente da sua localização no globo.

O trabalho a partir de casa traz também uma grande vantagem para as empresas, é mais barato, permitindo que estas possam canalizar fundos para outros setores do negócio impulsionando o seu crescimento. No entanto, o trabalho remoto faz com que se perca a relação humana entre colaboradores e chefias e até que a solidão seja mais sentida entre colaboradores, fatores que não devem ser esquecidos.

Trabalhar online não deve descurar o propósito da empresa

Já ninguém questiona sobre a presença online e todos aceitamos que a era digital nos deu novas ferramentas de trabalho, de comunicação entre amigos e familiares em qualquer parte do mundo e até novas formas de entretenimento. No entanto, quando falamos de novas formas de trabalho e a normalização do trabalho remoto é essencial garantir que as equipas trabalhem para o mesmo propósito e respeitam a cultura da empresa.

Para garantir que isso aconteça deve-se promover formas de comunicação regulares, ainda que digitais, entre os membros das equipas, como reuniões rápidas de frequência diária de atualização do trabalho de cada membro da equipa e utilização de ferramentas que coloquem num só lugar as tarefas e as monitorize em simultâneo como é possível com a Trello, ou a Runrun e que se podem tornar verdadeiros braços direitos do teletrabalho.

Uma das grandes vantagens de criar uma equipa de trabalho remoto é que a multiculturalidade da equipa traga diferentes formas de pensar, novas competências e novos talentos sem a necessidade de mudança, isto é, a empresa pode aproveitar talentos de qualquer lugar que de outra forma não tinham o desejo ou os meios para mudarem de localização.

Diferentes setores de negócio, mas todos com presença online

Não é só a forma de trabalhar que mudou, a forma como consumimos conteúdo e até como nos divertimos também mudou e obriga a que cada vez mais setores de negócio dêem os primeiros-passos no mundo digital. Para aqueles que já têm presença online, a evolução do digital também os obriga a uma constante busca por novas formas de chegar ao seu público.

Dois grandes exemplos estão na indústria do entretenimento, nomeadamente na indústria da televisão e cinema e na do jogo e entretenimento. Este aumento da presença online fez com que o consumo de conteúdos digitais também aumentasse e permitisse que qualquer pessoa do mundo pudesse ter acesso ao conteúdo que deseja, desde que tenha acesso à internet.

Assim sendo, verifica-se uma aposta crescente da indústria da televisão e cinema na transmissão de conteúdos via plataformas streaming, onde inclusive começa a apostar em lançamentos exclusivos nestas plataformas ao invés das tradicionais salas de cinema como aconteceu, por exemplo, com o filme Soul da Disney/Pixar com estreia na plataforma de streaming Disney+, entre outros.

Também a indústria do entretenimento tem-se voltado cada vez mais para o digital, como se pode ver, por exemplo, pelo sucesso crescente das plataformas dedicadas aos jogos de casino online que disponibilizam desde jogos mais modernos como as máquinas de slot aos tradicionais jogos de mesa como o Baccarat, Blackjack e Roulette. Conseguem, inclusive, oferecer uma experiência próxima dos casinos físicos com a opção de jogos com crupiê ao vivo.

Inclusivamente, plataformas que combinam jogos com tecnologia de streaming como é o caso da Twitch, têm-se revelado cada vez mais populares e mostram que a presença online é tendência em todas as áreas.

Emmet Brickoswki
Emmet Brickowski, o protagonista do Filme LEGO, está no Trendy para escrever sobre tudo o que lhe pedirmos. É um verdadeiro polivalente e tanto o vai a ver a escrever sobre desporto ou sobre pneus de automóveis. Everything is awesome!