O projecto WOW, que reune restaurantes, bares e cafés, escola de vinho, lojas e um espaço para exposições, no Porto, pisca o olho à cerveja artesanal em Outubro e tem novidades gastronómicas.

No mesmo dia, as marcas Offley e Taylor's anunciaram novas versões dos seus vinhos do Porto com água tónica. Agora, o Portonic vem em lata.

Três anos depois de ter chegado a Lisboa, o restaurante La Tagliatella (do mesmo grupo que em Portugal tem o Burger King ou a Starbucks) abre o seu primeiro espaço fora da capital.

Lisboa vai ter um novo festival de cerveja artesanal com doze produtoras. No próximo fim-de-semana há um mini-Oktoberfest no Beato, com concertos, DJ sets e street food.

A família Mezzero abriu mais um restaurante dedicado ao bacalhau - depois do espaço dos Olhos de Água (Algarve), é a vez de Vila Nova de Gaia.

As bebidas Starbucks Signature Chocolate 42% Cacau, 70% Cacau e Caramelo Salgado deixam de ser um exclusivo dos cafés e passam a ser vendidas no supermercado.

São mais de sessenta variedades e queijo: em Cascais, no Monte do Estoril, há uma nova queijaria que quer servir o «melhor» de Portugal e do Mundo.

A festa alemã da cerveja está de volta à Nortada. Este bar de cerveja do Porto vai ser o palco de um mini Oktoberfest que dura duas semanas.

O Cais do Sodré é a nova casa do mais recente listening bar em Lisboa. O Dahlia tem uma sala com um tratamento acústico especial e dezenas de vinis de vários estilos para ir ouvindo.

Numa parceria com o grupo Mercantina, o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia tem, a partir deste mês, um novo restaurante que se junta ao Café e ao Riverside Bar & Bistro.

Tal como aconteceu em 2020, a Super Bock põe à venda uma cerveja com estilo alemã, mas mudou o "lote": em vez da Marzen, é a Helles.

Depois de o Seen ter chegado ao Brasil e à Tailândia, Olivier aposta na internacionalização do Yakuza. O restaurante abriu no hotel Le Vendome, em Paris.