Depois de vários anos no Martim Moniz, o Street Fest muda-se para a Alameda D. Afonso Henriques, no primeiro fim-de-semana de Julho.

Edição atrás de edição, o modelo do Street Fest do Martim Moniz continua a ser o mesmo e nem os nomes dos DJ mudam, no Mercado de Fusão.

Entre as confirmações de barraquinhas de comida do Street Fest estão a Fritaria, a Molhó Bico e a Trinkaki Hamburgueria Premium.

A primeira edição pós-Verão do Street Fest está de regresso à Praça do Martim Moniz para mais dois dias de comida e música.

Desta vez, um dos temas principais é a celebração do Dia da Criança: o Street Fest promete ter várias actividades para entreter os mais novos.

A música, o artesanato e os foodtrucks estão de regresso ao Martim Moniz para a segunda edição de 2017.

Neste festival de comida e entretenimento (aberto entre as 12 e as 22 horas) cabe ainda uma feira com artesanato urbano.

Artesanato urbano, mercearias, roupa vintage, artigos em segunda mão e produtos biológicos juntam-se à comida e à bebida.

Além da música e da comida, o Mercado de Fusão do Martim Moniz vai ter uma feira de artesanato urbano.