O chef Diogo Rocha está de volta a cozinha do Mesa de Lemos com opções mais «frescas»; para harmonizar, até há um vinho de edição limitada.

Este jantar recheado de pratos de bacalhau, cujo preço é de 48 euros por pessoa, vai ser harmonizado com os vinhos da Quinta de Lemos.

Os pratos deste jantar ainda são uma incógnita, mas é fácil adivinhar que sobre a mesa vão estar ingredientes do Algarve, conjugados com referências da região do Mesa da Lemos.

A nova carta da Mesa de Lemos leva-nos numa experiência gastronómica e histórica, pelas preferências e percurso profissional de Celso Lemos.

O chef do Egoísta criou um menu pensado para estes vinhos que, segundo a produtora, «representam o ex-líbris do Dão».

De onde vem a cor rosa que caracteriza este tipo de vinhos? Haverá alguma uva rosé, como há as brancas e as pretas? Nós explicamos.

Peixe, marisco e alguma carne. Estes são os ingrediemntes principais da nova carta do Mesa de Lemos, cuja cozinha tem a liderança de Diogo Rocha.

Entre espumante e chocolates, há muitas opções gastronómicas para o Dia dos Namorados, em espaços do Norte ao Sul do País.