O Festival Iminente foi criado em 2016 para dar mais expressão à «nova música e à nova arte». Dois anos depois, cresceu e salta de Oeiras para Lisboa: a ruína do Panorâmico do Monsanto é a nova "casa".

Em termos de sonoridades, a tónica continua na electrónica, no funk e na soul com DJ nacionais e internacionais, como Rui Vargas, Alkalino e os Octa Push.

Há mais novidades no cartaz do Vodafone Mexefest, com a organização a repetir o habitual número de três confirmações.