Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 vão ter todas as medalhas de ouro, prata e bronze feitas a partir de metais reciclados de smartphones e gadgets.

Dá para ter uma ideia de como os atletas evoluíram nos últimos quarenta anos: de um quase amadorismo (Spitz e Gross nem usavam touca) para uma máquina de competição: Phelps.

Atletas de países como o Brasil, Chile, EUA ou Espanha receberam um Samsung Galaxy S7 para filmarem, do seu ponto de vista, «o ambiente olímpico».