Se a Marvel parece mesmo ter encontrado uma leve gota da fórmula de sucesso necessária para dar vida aos seus heróis no cinema, a DC está a seguir pelo túnel errado.

A primeira coisa que é preciso saber sobre este filme é que o póquer está muito longe de ser o centro das atenções, e tirando uma ou outra mão disputada ao longo do filme, praticamente não se vê nada do que é jogar póquer. A trama é mais profunda que um simples jogador em busca do sucesso, conduzida ao estilo dos anos 70.