Um foi criado pelo CEiiA e o outro é o resultado de uma parceria entre duas universidades, o INESC TEC e a FEUP. Chegam em breve aos hospitais.

Os ventiladores pulmonares são essenciais para o tratamento da COVID-19 e uma das grandes necessidades dos hospitais portugueses.