Várias escolas que puseram online os seus cursos de tecnlogia, no início do primeiro Estado de Emergência, decidiram alargar a disponibilidade.

Com a escola suspensa e com o terceiro período a ser, muito provavelmente cancelado, as aulas têm de ser feitas online. E que tal um curso de programação?