É um situação que acontece pela «primeira vez em onze anos». A Agência Espacial Europeia quer recrutar cem funcionários até 2031 e começa pelos astronautas.