O Porto está mais asiático. A grande aposta do Tokko é no sushi, mas há mais Japão no centro histórico da Invicta

©Tokko
©Tokko

O Tokkotai tem um novo “irmão” que gosta mais de viver de dia. Se este restaurante está mais virado para a noite, o Tokko está aberto apenas para almoços.

A zona do centro histórico do Porto (Rua de Ferreira Borges) tem um novo restaurante japonês que, de momento, vai apenas servir almoços: de Segunda a Quinta abre das 12:30 às 16 e de Sexta a Domingo, fecha às 17 horas.

O Tokko é do mesmo grupo do Tokkotai, outro restaurante asiático que fica na mesma área, e diferencia-se, segundo os responsáveis, por ter um «ambiente mais cool e descomprometido».

A decoração é «simples em tons de branco, creme e dourado que contrasta com as madeiras dos seus 35 lugares sentados», descreve Paulo Lobo, responsável pelo design de interiores do restaurante. O Tokko oferece ainda duas zonas distintas ao ar-livre: uma pequena esplanada em frente ao restaurante com oito lugares ou uma no interior (pátio), com dezoito.

©Tokko
©Tokko | As Croquetas de Peixe custam quatro euros.

Na carta, estão entradas como o Carpaccio de Salmão, as Croquetas de Peixe ou os Tacos de Alface Romana com Costela de Porco e Salsa Criolla; há ainda pokes de salmão e atum marinado. Quem for adepto de sushi, pode optar por Uramakis, Hossomakis, Sashimis e Temakis, assim como «vários combinados», inclusive uma opção vegetariana.

Nos pratos quentes, destaque para o Bife Shogayaki, «um prato tradicional japonês com fatias finas de carne de porco e gengibre», o caril japonês Kare Udon ou mesmo um Arroz de Marisco com Atum Selado.

©Tokko
©Tokko | O combinado de dez peças, uma selecção do chef, fica por catorze euros.

As reservas podem ser feitas pelo telefone 913 037 117 ou por e-mail [email protected]. O menu completo pode ser visto aqui.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].