Máquina de tabaco aquecido da BAT já está à venda em Portugal: a Glo Hyper + custa 15 euros

©BAT
©BAT

A British American Tobacco oficializou esta semana a entrada em Portugal da Glo Hyper +, a máquina de tabaco aquecido que vai ter a “missão” de roubar quota de mercado à IQOS.

A marca apresentou-se em Portugal num evento para imprensa e parceiros em Lisboa apresentado por Inês Lopes Gonçalves, que mostrou a única máquina disponível na sala (vídeo em baixo).

Aliás, o evento ficou precisamente marcado pela ausência do produto que BAT fez questão de anunciar como grande novidade, preferindo centrar-se em clichés sobre o futuro do mercado e inovação, o que o tornou praticamente inútil para conhecer em detalhe a Glo Hyper +.

O site já tinha ficado online há algumas semanas, mas só ontem é que a British American Tobacco (BAT) anunciou a disponibilidade da Glo, uma máquina de tabaco aquecido com um conceito semelhante ao sistema IQOS.

Contudo, a versão da BAT aquece o cigarro de fora para dentro, ao passo que a máquina da IQOS (da Philip Morris International, distribuída pela Tabaqueira) tem uma lâmina, que o faz de dentro para fora.

A Glo Hyper + custa 15 euros e está disponível em quatro cores: Preto Ébano, Azul Oceano, Branco Puro e Dourado Cetim. A versão mais acessível da IQOS, a 2.4 Plus, custa sensivelmente o dobro: 29 euros.

Em relação ao tabaco, para já o site da Glo mostra apenas duas versões: Classic e Terracota, respectivamente com intensidades 3/5 e 4/5. Em Espanha, a marca vende mais quatro edições: duas de mentol e duas com aroma a fruta.

Também ao contrário do que acontece em Espanha, não é possível personalizar as máquinas, nem está disponível a versão especial criada em parceria com a McLaren.

Período de teste pode ser pedido nas lojas

A BAT permite que novos clientes experimentem a Glo Hyper + durante catorze dias, bastando para isso preencher um formulário online. Contudo, nos testes que fizemos, não foi possível concluir o registo devido a um erro do sistema.

©DR
©DR

A alternativa será pedir a máquina de teste numa loja física (tabacaria ou papelaria, por exemplo), uma sugestão dada pelo serviço de apoio ao cliente, que pode ser acedido no site da marca, através de um chat.

Aqui, é também a única forma de saber que estabelecimentos vendem a máquina da BAT, assim como o tabaco – para isso, é necessário dar um código postal ao assistente, que depois nos refere as lojas disponíveis para fazer a compra física.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].