Click Grow Smart Garden

Análise: Click and Grow Smart Garden

por • 24 Setembro, 2018 • Estrelas TRENDY ⭐️Comentários fechados em Análise: Click and Grow Smart Garden383

Design : 80%

Utilidade : 90%

Inovação : 90%

Qualidade : 90%

Preço: 70%

Os Smart Gardens são uma solução interessante, e que funciona mesmo, para quem não tem tempo para cuidar de plantas.

Resumo:

Testámos um “jardim inteligente” onde as plantas vêm em cápsulas e em que a iluminação é automática: conheça o Smart Garden.

A criação de plantas em casa é daquelas coisas que requer cuidado, carinho e tempo. Hoje em dia, a falta de tempo faz com que não se consiga ter nem muito cuidado nem muito carinho pelas plantas.

Quando o fazemos, temos o nobre objectivo criar uma pequena horta no nosso apartamento, que nos ajude na altura de fazer uma salada ou dar outra graça a qualquer prato que queremos cozinhar.

De facto, quase não há supermercado que não venda pequenos vasos com cebolinho, salsa, coentros, manjericão e muitas outras plantas utilizadas na culinária portuguesa.

Se não tem mesmo tempo para cuidar das suas plantas, mas quer tê-las à mesma, uma solução possível é o smart garden (um jardim inteligente) de uma empresa da Estónia chamada Click and Grow.

A ideia para estas “hortas automáticas” surgiu depois de o fundador da empresa, Mattias Lepp, ter lido um artigo, em 2005, sobre uma técnica para a criação de plantas chamada ‘Aeroponia’, que estava a ser estudada pela NASA para utilização em missões espaciais.

Esta técnica consiste na criação de plantas, praticamente, sem a utilização de terra. Em vez disso, as mesmas estão suspensas, apenas apoiadas na zona em que as raízes se começam a desenvolver.

As raízes estão constantemente a serem borrifadas com uma solução de água e nutrientes para que as plantas cresçam e se mantenham vivas.

Em 2009, Mattias inventa aquilo que se viria a tornar solução que existe hoje: o ‘smart soil’ (solo inteligente), uma embalagem com uma pequena quantidade de terra que inclui as sementes e os nutrientes necessários para fazer crescer uma planta.

Em 2011 nascia a Click and Grow e, em 2014, depois de várias rondas de financiamento nos serviços de crowdfunding, era lançado o primeiro Smart Garden com capacidade para a criação de três plantas em simultâneo.

Como é que o plantamos no jardim inteligente Smart Garden?

O Smart Garden mais básico tem três espaços, com outros tantos copos (com uma forma muito semelhante à de uma cápsula Nespresso). É aqui que se colocam os módulos ‘smart soil’, que vem em conjuntos de três, fechados hermeticamente.

Estes smart soils incluem tudo o que é necessário para fazer crescer uma planta. De seguida, fecham-se os copos com uma tampa que tem a forma de um ‘U’, para que planta cresça direita; de seguida, colocam-se as ‘estufas’ (foto em baixo), pequenas peças em plástico transparente que servem para proteger as plantas nos primeiros dias de vida.

Estufas Smart Garden

O passo seguinte é instalar o sistema de iluminação LED, composto por uma pequena fila de luzes que estão instaladas numa peça em forma de ‘L’: o objectivo é, claro, iluminar as plantas. À medida que vão crescendo há que fazer aumentar a altura a que estão as luzes – para isso estão incluídas duas peças na embalagem.

Os dois últimos passos são juntar água através da abertura que existe do lado direito do Smart Garden e ligá-lo à corrente para fazer funcionar as luzes. Aqui, termina a nossa função de “agricultor tecnológico”.

Os únicos cuidados a ter com o Smart Garden da Click and Grow são verificar o nível da água (através de uma bóia que está na abertura) e ver se as plantas já estão a tocar nas luzes.

É preciso ter muito cuidado com este último ponto: se os LED estiverem em contacto com as plantas durante muito tempo, estas queimam e as folhas ficam amarelas.

O Smart Garden funciona mesmo?

Sim, funciona. Ao fim de uma semana já se notam as plantas a quererem rebentar. Duas semanas depois, podemos tirar as estufas e, depois de três, temos plantas. Passado um mês aparecem as folhas que podemos consumir, caso estejamos a falar de plantas aromáticas.

Smart Garden Grow

A iluminação fica ligada durante dezasseis horas por dia e não há outras opções: se quisera alternativa é ser você a ligar/desligar o sistema de forma manual para cumprir este horário, o definido pela marca para que tudo funciona de forma perfeita.

Por exemplo, se ligar o sistema às oito da manhã, ele fica ligado até à meia-noite e depois volta a ligar-se à mesma hora, no dia seguinte. No Smart Garden com três espaços, a iluminação consome, ao longo de um período completo de funcionamento, 128 W (oito Watts por hora).

E, o Smart Garden são só mesmo… rosas?

Este jardim inteligente da Click and Grow funciona exactamente como diz na caixa, sem tirar nem pôr. O problema são mesmo os preços deste sistema.

O Smart Garden 3 custa 99,95 euros e o Smart Garden 9 chega aos €199,95 euros. Existem também versões maiores, chamadas Wall Farms, uma com espaço para 51 e 34 plantas, com preços de plantas 1299 e 899 euros.

Existem 46 qualidades de plantas que pode plantar nos Smart Gardens entre flores, frutos e ervas aromáticas. A Click and Grow também disponibiliza um módulo ‘Experimental’, que traz apenas a terra para que o utilizador possa plantar o que quiser. Cada embalagem de Smart Soil que inclui três “recargas” custa 9,95 euros.

Os Smart Gardens são uma solução interessante, e que funciona mesmo, para quem não tem tempo para cuidar de plantas. O único senão é mesmo o preço.

eu.clickandgrow.com | €99,95

Artigos Relacionados

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish