Tubezito, o “YouTube português” para crianças dos 3 aos 10 anos

Tubezito, o “YouTube português” para crianças dos 3 aos 10 anos

A ideia foi de João Pina Souza, que criou um agregador de vídeos do YouTube com uma lista que apenas têm filmes, músicas e séries para crianças dos 3 aos 10 anos.

«Os meus filhos em particular adoram o YouTube, já navegam, procuram, aumentam e diminuem som, entre outras particulares maravilhosas e inocentes», refere o criado do tubezito.com.

Contudo, João Pina Souza viu um problema nesta interacção com a rede social de vídeos mais usada do mundo: «Apesar de ser um portal óptimo e com tudo o que se pode pedir, tal como fazer filtros de segurança e listas personalizadas as crianças arranjam sempre maneira de ver o que não devem».

Foi este o ponto de partida para a criar o Tubezito, um agregador de vídeos do YouTube que apenas mostra as séries e filmes infantis apropriados para o intervalo de idades entre os 3 e os 10 anos.

Do lado esquerdo da interface do site está uma lista de séries dividida pelos nomes das mesmas e, ao centro, aparecem vários rectângulos com vídeos em destaque. Para ver um vídeo, basta, tal como no YouTube, carregar em cima do thumbnail correspondente.

«Todos os conteúdos estão dependentes e responsabilidade dos seu autores no YouTube, portanto será normal que alguns vão desaparecendo ou deixem de funcionar, sempre que isso aconteça era importante que avisem para o email [email protected] de forma a corrigir», avisa João Pina Souza.

No topo está um menu conde é possível descobrir vídeos agrupados pelas categorias ‘Séries Que Gosto’, ‘Ver Filmes’, ‘Grupos e Música’ e ‘Bandas Sonoras’.

A utilização do Tubezito é totalmente gratuita e não obriga a qualquer inscrição.

Sobre o autor

Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e vinhos do Alentejo. É editor do site Trendy onde faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores hotéis e escreve para a PC Guia.

Ver todos os artigos de Ricardo Durand

Deixar uma resposta